Resenhando: Condenáveis


       Livro: Condenáveis - uma história de filho e pai
       Autor: Leonardo Torres
       Editora: Sem editora
       Avaliação: 4 estrelas

         Devo confessar, primeiramente, que não sou muito de ler coisas sobre dramas familiares, principalmente se a estória é verídica. Só que não custa nada tentar. O autor de condenáveis me mandou seu e-book e lá fui eu ler, mesmo com uma pilha de livros na fila e não gostando muito de ler no computador. O livro é curto – 143 páginas –, li rapidinho e aí corri pra fazer o rascunho da resenha antes que a leitura de outros livros dispersassem meus sentimentos sobre este. O livro é incrível! Com uma carga de desabafo que só quem viveu a situação do Leonardo poderia descrever. O envolvimento emocional com um livro é inevitável, na maioria deles, mas nesse aqui foi muito mais que isso, sobretudo porque é verdadeiro.
           Em síntese, o livro é um relato da infância e adolescência de Leonardo Torres, o autor e personagem principal. Centrando os momentos com o próprio ‘pai’, Leonardo tenta explicar porque não gosta do mesmo. Você pode contar com o retrospecto em si e também com a opinião atual de Leonardo, narrando o momento. Imagino o quanto não deve ser fácil expor seu interior de forma tão profunda – você consegue entender toda a motivação de Leonardo, mesmo que não conheça essa situação, como é o meu caso. A escrita é boa, a leitura flui rapidamente e o livro não fica maçante em nenhum momento, mesmo que seja sobre algo tão delicado como a vida familiar de alguém. Não sei se eu teria a mesma coragem e paciência de Leonardo; em alguns momentos acho que simplesmente berraria e espernearia, gerando uma discussão enorme, não saberia me portar. Muito difícil ter que encontrar o próprio pai por obrigação, uma pessoa com a qual você não conseguiu ter amizade, nem dar espaço. Não deixo de admirar que Leonardo não aponta o dedo para o pai e o declara culpado, mas assume a sua parcela de culpa pelo relacionamento – ou a falta dele – entre ele e seu pai, o que enriquece ainda mais o livro.
          Gostei da capa, gostei da escrita, me envolvi com o tema, visualizei todos os aspectos decisivos para o ápice da falta de relacionamento entre pai e filho, por isso dou 4 estrelas muito merecidas ao livro. Deixo aqui a sinopse, espero que vocês leiam o livro e que voltem aqui pra comentar o que acharam.
          “Ele descobriu que o pai havia sido preso através de um programa de TV. No início, sentiu culpa e vergonha por acreditar ser filho de um criminoso. Depois, raiva e aversão. Tudo o que queria era distância. Policial civil conhecido pelo combate ao tráfico de drogas, o pai foi acusado de venda de armas e repasse de informações sigilosas a traficantes procurados no Rio de Janeiro. Era a chamada Operação Guilhotina, que ocupou os noticiários nacionais em 2011. Estudante de Jornalismo, o filho tinha pânico que os colegas de trabalho descobrissem sua ascendência. Nunca pensou em visitar o pai na cadeia ou em telefonar para ele após sua libertação. O filho condenou o pai e, neste livro, explica o porquê.”

21 comentários:

  1. Acho que teria o mesmo 'preconceito' sobre histórias de dramas familiares. Pra mim é algo muito maçante, mas por que não arriscar, como você fez, e ver se ele é bom? Daria uma chance sim, pela sua resenha!


    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carol, quem sabe, né? Se você ler me conte o que achou!
      Beijos

      Excluir
  2. Eu gostei bastante do livro!
    Também não é o estilo que normalmente eu leria, mas valeu muito a pena!
    O livro é de leitura fácil e não se tornou maçante em nenhum momento! :)

    Beijo grande :)
    Deixem um selinho para vcs lá!

    Pri
    Baú de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, isso que me surpreendeu muito.
      Obrigada, Pri!
      Beijos

      Excluir
  3. *Corrigindo: Deixei um selinho para vcs lá :)

    Bjoo

    ResponderExcluir
  4. Li em outros blogs resenhas positivas sobre o mesmo, então, provavelmente irei dar uma chance ao livro, rs.
    Um beijo :*

    ResponderExcluir
  5. Eu achei esse livro super interessante e tenho muito interesse em ler também.. acredito que lerei em breve em e-book também (:

    Beijos, Milena.
    Livros na Cabeça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, não vai se arrepender, é muito bom!
      Bjs

      Excluir
  6. Já eu adoro esse tema. Drama familiar, cotidiano, as coisas 'comuns' me chamam a atenção.
    Já adicionei na minha listinha de desejados e espero lê-lo em breve.
    Adorei a resenha :)
    Beijinhos,
    fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois me conta o que achou da leitura, bjs!

      Excluir
  7. Já vi algumas resenhas desse livro e não tinha me interessado tanto. Ainda não o colocaria como uma leitura próxima, mas já está em "quem sabe...". ;D

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, pode ser uma boa opção quando você estiver com mais tempo, né? :)
      bjs

      Excluir
  8. Olá Juliana,tenho bastante interesse em ler esse livro,mas ler pela internet não é muito comigo,infelizmente. Mas realmente parece ser um ótimo livro! Sua resenha ta muito boa :)

    beijoos

    strawberrydelivrosefilmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Jéssica, o livro é tão curtinho que a gente mal percebe que leu pela net e creio que também tenha a versão impressa!
      Beijos

      Excluir
  9. Oi, também recebi o e-book e já comecei a ler! Linda resenha!

    Beijos
    Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, como está indo a leitura?
      beijos

      Excluir
  10. Olá! Não é o tipo de livro que eu mais gosto, mas parece ser bom. Vou anotar o nome para ler mais pra frente..
    Parabéns pela resenha e pelo blog, está lindo!
    Já estou seguindo.

    Um beijo,
    Gabriela - http://leitoraonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gabi, pois é, às vezes a gente tem que experimentar novos estilos literários, se aventurar :)
      Beijos

      Excluir
  11. Hey,
    não gosto muito de livros assim... drama familiares, sabe? Mas esse me interessou bastante, quando eu tiver chance vou ler ^^

    Bye (tem meme pra você no blog ^^),
    http://prateleiradepensamentos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada florzinha :*
      Ele é diferente daqueles dramas maçantes, vale a pena ler!

      Excluir

Obrigada por comentar, responderemos sempre :)